Arquivo da tag: vinhos chilenos

VALLE DE COLCHAGUA – CHILE

VIÑA SANTA CRUZ - SILMARA MAURICIO

Em nossa última visita ao Chile conhecemos a VI região, conhecida como “Valle de Colchagua”, onde estão situadas várias vinícolas.

O Valle de Colchagua adquiriu importância mundial para a qualidade indiscutível dos seus vinhos, onde a revista Wine Enthusiast outorgou-a com o prêmio “Wine Region Wine Star of the Year Award 2005”, consagrando-o como a melhor região de vinhos do mundo naquele ano.

Saímos bem cedo de Santiago rumo ao Valle, o destino já estava programado para conhecermos duas vinícolas, aliás, vinícolas completamente distintas, a conhecida de nós brasileiros, a “Mont Gras”, uma união dos norte-americanos e os chilenos para implementar um novo conceito no Vale e a “Santa Cruz” que ainda está desenvolvendo o seu projeto, onde a parte turística é mais presente.

A viagem de Santiago ao Valle dura em média duas horas de carro, com estrada perfeita, plana e com um visual belíssimo da Cordilheira dos Andes de um lado e Cordilheira da Costa que nos acompanhou até chegarmos ao nosso destino. Você pode optar por fazer este trajeto saindo de Santiago usando o recurso do trem.

SALA DE FERMENTAÇÃO

  • CLIMA

Em uma área de aproximadamente 900.000 há, podemos encontrar vários microclimas, solos, espaços como várias planícies, porém também várias encostas, muito favoráveis para a plantação da vinha.

  • UVAS

Temos várias vinícolas instaladas na região que hoje é uma das melhores para a produção de vinhos, de lá saem Cabernet Sauvignon, Merlot, Syrah, Carmenère e Malbec. Este último inclusive já foi matéria em nosso Blog.

  • AS VISITAS

As visitas nas vinícolas podem ser guiadas, com visitas aos vinhedos, instalações, sala de barricas e uma degustação de vinhos. Existe também vinícolas preparadas para transformar o seu dia e um evento. Dispõe de passeios a cavalo, bicicletas, moto e com possibilidade de harmonizar tudo isso com um belo almoço regado a muito vinho.

Há outras atrações na cidade, como um museu que conta toda a trajetória de povos que viveram na região e como foi o início dos trabalhos com as vinhas.

Chegando ao Valle de Colchagua você não pode perder o passeio pela “Ruta del vino de Colchagua”. Um trem com quatro vagões de primeira classe conservados em estilo clássico, onde você pode acompanhar toda a beleza do Valle e ainda parar para visitar as principais vinícolas chilenas e claro com degustações de vinhos.

EDSON MAURICIO  MONTGRAS CHILE

Frase: “MEU MAIOR PRAZER É VER UMA GARRAFA DE MEU VINHO VAZIA NA MESA DE UM RESTAURANTE” – JOSÉ MANUEL ORTEGA FOURNIER – PROPRIETÁRIO DA VINICOLA CHILENA O.FOURNIER.

 

By Edson Mauricio

Saúde!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em emvinhos.wordpress

LA “ROJA” LLEGA CON FUERZA EN EL ATAQUE

IMG_5759

 

Há muita espectativa para a estréia da seleção chilena no mundial de 2014 no Brasil, seu grupo é muito difícil, com Holanda, Espanha e Austrália, onde somente dois passarão a próxima fase.

Seleção que já teve os atacantes Zamorano, Sallas e o meia habilidoso Sierra na Copa do Mundo de 1998, sendo que este último jogou no Brasil pelo São Paulo F.C., mas agora aposta num grupo que tem Alexis Sanches, Eduardo Vargas, Esteban Paredes, Gustavo Canales, Jean Beausejour, Mauricio Pinilla, Fabian Orellana, para passar para as oitavas de final.

Mas vamos deixar um pouco de lado o futebole mostrar um pouco deste país grande produtor de vinhos de alta gama.

A chilena Concha Y Toro é uma das gigantes do continente Sul Americano e além de produzir um dos vinhos mais vendidos no mundo o Casillero del Diablo, também produz um icone e que faz frente a qualquer vinho do velho mundo, estamos falando de Dom Melchior que mostra toda a força e finesse da Cabernet Sauvignon em solo chileno.

A gama de vinhos chilenos não para por aí e ficariamos aqui escrevendo de várias vinicolas e regiões chilenas, mas vamos fazer uma convocação também de vinhos chilenos para degustarmos em 2014 durante o mundial no Brasil, a começar por algumas regiões:

IMG_5779

Valle Limarí: Uma região antiga onde as primeiras videiras foram plantadas no século XVI, e a neblina fria do Oceâno Pacífico penetra no vale e ao longo da manhã da lugar ao sol que nasce entre a Cordilheira;

Valle Choapa: Está localizado no ponto mais estreito do Chile, onde não conseguimos distiguir o que é a Cordilheira do Andes e a Cordilheira da Costa;

Valle Aconcágua: Aqui mora o monte do Aconcágua, com os seus 6.956 metros de altura;

Valle Casablanca: Terroir descoberto na década de 80. A primeira região de clima frio no Chile e que elabora vinhos frescos;

Valle San Antonio/Leyda: Os vinhedos estão muito próximos do Oceano Pacífico, região produtora de belos vinhos brancos.

Valle Maipo: Este se divide em três setores na região de Santiago, Alto Maipo, Maipo Central e Maipo Costeiro;

Valle Cachapoal: Coração da agricultura chilena, onde está localizado um dos terroirs mais importantes para a produção de uvas e vinhos, a região de Peumo;

Valle Colchagua: uma das regiões mais aplaudidas do Chile. Grandes vinicolas estão concentradas nesta região.

Valle Curicó: A diversidade reina nesta região, pois são plantadas vários tipos de uvas. O vale ganhou força quando o espanhol Miguel Torres iniciou o seu primeiro projeto.

Valle Maule: Um dos maiores vales do Chile, onde reinam a Carignan, Cabernet destaque.

Valle Bio Bio: Certamente um dos lugares mais dificeis para o cultivo de uvas no Chile, é um desafio muito grande, dado o clima. Tem que ter paciência, destreza e segurar os nervos. Bons resultados estão sendo obtidos com a Sauvignon Blanc, Chardonnay e Pinot Noir.

CONFRARIA GUARULHOS 014

LEMBRANÇAS ETERNAS

Terrunyo Cabernet Sauvignon 2003 – O próprio nome já diz tudo, vinho produzido de uma pequena parcela de vinhedo, na D.O. Pirque. Linha TOP da vinícola Concha Y Toro e que merece ser provado.

Don Melchior 1988 – Um icone da Concha Y Toro degustado na própria vinícola em uma degustação orientada, sensacional.

Morandé Edición Limitada Carignan 2007 – Estar diante de Pablo Morandé e provar o seu vinho num bate papo descontraído foi algo marcante. Assim foi na Expovinis de 2011 em São Paulo.

LA ROJA

Goleiros: Claudio Bravo (Real Sociedad), Johnny Herrera (Universidad de Chile), Cristopher Toselli (Universidad Católica), Paulo Garces (O”Higgins).

Defensores: Gary Medel (Cardiff City), Gonzalo Jara (Nottingham Forest), Marcos Gonzalez (Union Española), Enzo Andia (Universidad Católica), Jose Rojas (Universidad de Chile), Eugenio Mena (Santos), Mauricio Isla (Juventus).

Meio-campistas: Jorge Valdivia (Palmeiras), Felipe Gutierrez (Twente), Rodrigo Millar (Atlas), Jose Pedro Fuenzalida (Colo Colo), Pablo Hernandez (O”Higgins), Matias Fernandez (Fiorentina), Francisco Silva (Osasuna), Arturo Vidal (Juventus), Charles Aránguiz (Internacional), Marcelo Diaz (Basel), Carlos Carmona (Atalanta), Miiko Albornoz (Malmö).

Atacantes: Alexis Sanchez (Barcelona), Esteban Paredes (Colo Colo), Eduardo Vargas (Valencia), Gustavo Canales (Union Española), Jean Beausejour (Wigan), Mauricio Pinilla (Cagliari), Fabian Orellana (Celta).

 

CHILE

Acima o amigo Victor Alejandro Toro Melani, grande apreciador de vinhos e que sem duvidas estará dividido neste mundial, Brasil e Chile, só resta saber qual o percentual!

 

FRASE: “O VINHO DÁ FORÇA AO CORAÇÃO. DÁ CALOR AO ROSTO. TIRA A MELANCOLIA. DÁ CORAGEM AO MAIS COVARDE. FAZ ESQUECER TODOS OS PESARES”.

PURO CHILE ES TU CIELO AZULADO

¡CHI, CHI, CHI, LE, LE, LE! ¡VIVA CHILE!

3 Comentários

Arquivado em emvinhos.wordpress